Kanban

Sistema KANBAN, embora não seja algo novo (as primeiras implementações no Brasil datam das décadas de 80 e 90), vem sendo muito difundido e utilizado na indústria brasileiras nos últimos anos, e mais recentemente tem sido implementado com sucesso também na indústria de softwares.


 

 

 

 

O que é Kanban

 Kanban é um cartão de sinalização que controla os fluxos de produção ou transportes em uma indústria. O cartão pode ser substituído por outro sistema de sinalização, como luzes, caixas vazias e até locais vazios demarcados. O Sistema KANBAN foi desenvolvido a partir do conceito simples de aplicação da gestão visual no controle de produção e estoques (“Kanban” significa “cartão visual” em japonês) com a função primordial de viabilizar a produção “Just in Time”. Portanto o ganho real no sistema produtivo advém do funcionamento “Just in Time” da operação e não necessariamente da aplicação ou não de Kanbans.

 

O Sistema Kanban

O Sistema Kanban é usualmente composto por quadros e cartões visuais que auxiliam o planejamento da produção e o controle de estoques. De acordo com a quantidade de cartões disponíveis nos quadros, são tomadas as decisões priorização de produção, setup de máquinas e até mesmo de paradas de linha para manutenção. O Sistema Kanban pode ser composto apenas por Kanbans de Produção ou por Kanbans de Produção + Kanbans de Movimentação.

Confira o vídeo explicativo:

 

Kanban de Produção

Sistema Kanban  composto apenas pelos Kanbans de Produção é muito mais simples e, por este mesmo motivo, muito mais utilizado pelas empresas. O Loop de movimentação dos cartões é simples e a lógica do sistema é direta: ou os cartões estão no quadro, ou estão no estoque junto com o produto acabado.

Vídeo exemplo:

 

Kanban de Movimentação

Exite um Sistema Kanban mais complexo composto por dois loops de cartões, sendo um deles o loop de produção e o outro o loop de movimentação (também chamado do ‘retirada’ ou ‘transporte’). O primeiro loop sinaliza a produção de novas peças, e o segundo sinaliza o transporte para outras áreas, unidades ou distribuidores. A produção só recebe o aviso de necessidade se o produto efetivamente saiu da empresa. A lógica é um pouco mais complexa e a implementação mais trabalhosa. Por isso poucas empresas utilizam o Sistema Kanban Completo, com Kanban de Produção e Kanban de Movimentação.

 

Exemplo de Kanban aplicado em uma fabrica:

Outro exemplo em um vídeo bem interessante do desenho animado Dilbert sobre o funcionamento do Kanban.

 

Fonte: (http://www.aliadaconsultoria.com.br/trabalho_kanban.html)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s